Follow @acemde
Heartless
"Amar não é ter que ter sempre certeza. É aceitar que ninguém é perfeito pra ninguém. É poder ser você mesmo, é não precisar fingir. É tentar esquecer e não conseguir fugir."
Jota Quest.  

(Source: decifro, via romantizada)

"Ficamos ambos parados e quietos, pensando muito. Eu e meu punho cerrado e apoiado na bochecha, você futucando alguma coisa no cotovelo com a cara séria e entediada. Como numa cena de fluxo lento. Fazia muito tempo que a gente não se via depois que tudo deu errado."
Gabito Nunes.  

(Source: recomendar, via readmitir)

"Ah, se a gente pudesse riscar tudo o que passou e escrever uma nova história. Mas eu não posso, você não pode. E só nos resta esperar e torcer para que tudo fique, de alguma forma, bem."
Clarissa Corrêa.  

(Source: terminar, via construindoversos)

"- Eu queria um milhão de dólares, uma bunda dura e um amor pra vida inteira.
- Só tem Pepsi, pode ser?"
Tati Bernardi. 

(via romantizada)

"Eu me importo com você. Então, não precisa dizer nada… só precisa saber disso."
Pretty Little Liars.  

(Source: alentador, via revivenciador)

"Primeiro, você sente muito. Depois, você sente falta. Quando percebe, você sente mais nada."
Tati Bernardi. 

(via revivenciador)

"Atualmente, estou fazendo algumas mudanças em minha vida. Caso você não ouça mais falar de mim, você provavelmente é uma delas."
Tati Bernardi. 

(Source: uma-docementira, via florestares)

"Posso te incomodar de madrugada? É que as vezes eu acordo no meio da noite e não consigo mais dormir, por que que a imagem do seu sorriso não quer sair da minha mente."
Together, remember?  

(Source: poetaciumenta, via identificando)

"Meus amigos mudaram, cresceram e ficaram distantes."
Rosa de Saron. 

(Source: alentador)

"Eu já fui cego, já vi de tudo. Já disse tudo e fiquei mudo. Já fui tão pouco e fui de mais."
Esteban Tavares.

(Source: cutiesilver, via identificando)

"A gente finge que arruma o guarda-roupa, arruma o quarto, arruma a bagunça. Tira aquele tanto de coisa que não serve, porque ocupar espaço com coisas velhas não dá. As coisas novas querem entrar, tanta coisa bonita nas lojas por aí. Mas a gente nunca tira tudo. Sempre as esconde aqui, esconde ali, finge para si mesmo que ainda serve. A gente sabe. Que tá curta, pequeno, apertado. É que a gente queria tanto. Tanto. Acredito que arrumar a bagunça da vida é como arrumar a bagunça do quarto. Tirar tudo, rever roupas e sapatos, experimentar e ver o que ainda serve, jogar fora algumas coisas, outras separar para doação. Isso pode servir melhor para outra pessoa. Hora de deixar ir. Alguém precisa mais do que você. Se livrar. Deixar pra trás. Algumas coisas não servem mais. Você sabe. Chega. Porque guardar roupa velha dentro da gaveta é como ocupar o coração com alguém que não lhe serve. Perca de espaço, tempo, paciência e sentimento. Tem tanta gente interessante por aí querendo entrar. Deixa. Deixa entrar: na vida, no coração, na cabeça."
Caio Fernando Abreu.

(Source: beocio, via identificando)

"Sempre me senti diferente dos outros. Não mais bonita, não mais inteligente, não mais especial, não mais esperta, não mais maluca, não mais legal, apenas diferente. Sou diferente na forma de sentir, tudo que me toca, me toca fundo. Tudo que me alegra, me alegra muito. Tudo que me dói, dói forte, corta."
Tati Bernardi.  

(Source: classificar, via velejo)